quarta-feira, 13 de setembro de 2017

One Love [Jamaica]



´In Jamaica, y'all
Soulful town, soulful people:
Said, I see you're having fun
Dancin' to the reggae rhythm
Oh, island in the sun´

Mar turquesa, quente e reggae é tudo o que se espera da Jamaica. Era isso que eu procurava. Sou sincera, estava numa de jacarezar. Mas o que encontrei foi o verde das montanhas, os animais exóticos, as águas mais puras do caribe a correr por cascatas infindáveis ... e é o que trago de melhor desta ilha.

Maravilhosos pores de sol são clichê por natureza. Mas não é à toa que este brilho é representado como ouro na bandeira jamaicana. Derreti-me nas águas quentes daquele mar dourado. O preto vem das gentes, bem-dispostas, cantarolando pelas ruas pobres, fazendo-nos cantar com elas. Já a floresta verde não só deu cor à bandeira como deu nome à própria ilha pelas antigas tribos indígenas caribenhas - ´Land of Wood and Water´.



Na selva, deliciei-me com as margens do rio Negro, o maior da Jamaica. De barco, ao virar da esquina, surge a avenida dos mangais - soltei um wooow sonoro. que se ouve no vídeo. Foi a primeira vez que vi um crocodilo. Agora posso dizer que vi alguns pares deles :) No mar, também foi a primeira vez que vi um polvo ou um peixe balão. 

Mas voltando à selva, não posso dizer que o meu portfólio de quedas de água seja muito extenso, mas acho que qualquer um ficaria deliciado com uma cascata com 7 quedas de água que terminam em lagoas naturais, cada uma dando origem à cascata seguinte. As YS falls foram as maiores e decididamente as mais magníficas que vi até hoje. As árvores envolventes ... bem, eu não percebo nada de árvores, mas só meia dúzia de pessoas eram suficientes para abraça-las. Acho que nenhuma descrição fará jus àquele local. Ao fim-do-dia os poucos turistas que ali andavam permitiu-nos disfrutar daquela paisagem com paz e reservar outro bocado para escalar numa ou outra queda de água e até a medo saltar para as lagoas.


video






Ainda sobre lagoas, não posso deixar de mencionar que a Jamaica é o melhor lugar, e um dos [apenas] 4 existentes do mundo, para mergulhar em águas fluorescentes. Já após o pôr do sol entrei num barco e avançamos na lagoa 'of glistening waters'. Na escuridão, mergulhamos na água salobra e pantanosa que possui milhões de algas microscópicas bioluminescentes que quando perturbadas emitem uma luz azul. "-Look! we just look like an Avatar". Desfrutamos deste momento curto e único que só a memória recordará! 







One Love *** Jamaica <3